PRINCIPE DOM LUIZ EM VIENA

LANÇAMENTO EM VIENA DO LIVRO DE PLINIO CORRÊA DE OLIVEIRA SOBRE A NOBREZA E AS ELITES TRADICIONAIS
André F. Falleiro Garcia

Em homenagem ao centenário de Plinio Corrêa de Oliveira, quinze anos após o lançamento da edição em língua portuguesa de seu derradeiro livro “Nobreza e elites tradicionais análogas nas alocuções de Pio XII ao Patriciado e à Nobreza romana”, veio à luz, em prestigiosa sessão, a edição em alemão publicada em Viena.

O hotel Palais Coburg em Viena
As portas do Salão Johann Strauss, no hotel Palais Coburg, se abriram no dia 30 de outubro, para acolher um público representativo da nobreza e elite tradicional do mundo austro-alemão.
Trata-se de um hotel cinco estrelas localizado no coração de Viena, palco para os acontecimentos mais expressivos da vida política, cultural e artística do país. Sua cativante arquitetura reflete quase seis séculos de história.
O evento foi presidido pelo Príncipe D. Luiz de Orléans e Bragança, Chefe da Casa Imperial do Brasil, tendo ao seu lado o duque Paul von Oldenburg. Em seguida foi servido um jantar de gala nos elegantes salões do Hotel Radisson, próximo do Palácio Coburgo.
Um dos presentes fez uma descrição dos ambientes e fatos do Palais Coburg e do Hotel Radisson com senso poético e percepção dos imponderáveis, que será apresentada a seguir. Oxalá este acontecimento desperte nos leitores deste site o interesse pela leitura do monumental livro de Plinio Corrêa de Oliveira, no qual delineou traços marcantes da sociedade sacral que se erguerá, como esperamos, sobre os escombros do caótico mundo moderno.

* * *

Edição em língua alemã lançada em Viena

Caía mansamente o crespúsculo naquele fim de tarde sobre a antiga capital do Império Austro-Húngaro, a imponente cidade de Viena. Depois de um dia soalheiro, vento forte e temperatura amena, que parecia contrariar a entrada impetuosa do Outono, os convidados iam chegando à recepção do majestoso Palácio Coburgo, situado no coração da cidade, para a apresentação da primeira edição austríaca do livro Nobreza e elites tradicionais análogas nas alocuções do Papa Pio XII ao Patriciado e à Nobreza romana.
O seu autor, um dos maiores pensadores católicos do século XX, Professor Doutor Plinio Corrêa de Oliveira, faria cem anos em 2008. Era uma justa homenagem que a Sociedade Austríaca de Defesa da Tradição, Família e Propriedade prestava ao seu mestre e inspirador.
Já editado em português, inglês, francês, italiano e espanhol o livro alcançou mais de 50 mil exemplares aos quais se devem juntar agora as cópias em alemão.
Os oradores da sessão foram o Príncipe Dom Luiz de Orléans e Bragança, o Duque Paul von Oldemburg e o Professor Roberto de Mattei. A moderação ficou a cargo do Conde Stolberg, que desempenhou-a com grande esmero e agrado da platéia.

Seleto público lotou o Salão Johann Strauss no Palais Coburg

Os resumos das conferências serão publicados em breve. Todos os oradores enalteceram a autoridade do autor do livro e da importância do tema, quando o mundo vai enfrentando as ondas violentas das crises moral, política, ética e financeira que o assolam.
Na audiência encontravam-se os nomes mais sonantes da nobreza austríaca e não só. Vários Arquiduques e Arquiduquesas de Áustria honraram com a sua presença o evento. E membros das famílias Metternich-Sandor, Thurn und Taxis, Windisch-Graetz e dos Príncipes da Saxónia marcaram com o selo do bom gosto a sessão.
A seguir à apresentação do livro, foi servido um jantar de gala nos salões do Hotel Radisson, próximo do Palácio Coburgo. O ambiente acolhedor, sério e distendido serviu para uma animada conversa, que se prolongou noite adentro. Antes do fim do jantar, fez uso da palavra o Sr. Matthias von Gersdorff que, tendo conhecido o Professor Plinio Corrêa de Oliveira em São Paulo e colaborado na tradução deste livro para o alemão, lembrou oportunamente o desejo expresso do autor do livro em vê-lo editado no mundo de fala alemã.

Jantar comemorativo nos salões do Hotel Radisson

Para muitos de nós, contrariamente àquilo que vamos assistindo neste conturbado mundo contemporâneo, parecia que aquele dia 30 de Outubro representava o primeiro dia do futuro. Sim, de um futuro que não se reconhece no «renascer» da utopia neomarxista do capitalismo de Estado nem na «morte» do neoliberalismo capitalista. A força intrínseca que emana das antigas elites que, não repousando apenas nos louros do passado mas na força anímica dos seus elementos mais dinâmicos, iluminados pela força vivificadora da filosofia do Evangelho, tudo podem. Era esta a síntese da mensagem do pensamento de Pio XII e que o Professor Plínio Corrêa de Oliveira recolheu no seu livro e quis projectar no futuro próximo.

_________

LANÇAMENTO EM VIENA DE LIVRO DE PLINIO CORRÊA DE OLIVEIRA SOBRE A NOBREZA E AS ELITES TRADICIONAIS.

Monarquia em Ação
Um grupo de amigos reunidos para divulgar, difundir, apoiar, os esforços de todos os brasileiros para restaurar a forma monárquica de governo.
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply