“PARA DOM BERTRAND, COM CARINHO, EDSON PELÉ”

O dia 17 de novembro do Príncipe D. Bertrand foi dedicado quase exclusivamente ao esporte.

Pela manhã esteve no Instituto Histórico e Geográfico de São Vicente inaugurando a exposição itinerante de parte do acervo do Memorial das Conquistas (abaixo) e objetos particulares de José Macia, ex-jogador e treinador Pepe, do Santos F.C., companheiro de Pelé em várias conquistas.

À tarde concedeu entrevista para a jornalista Roberta Lemos, da TV Bandeirantes. Em pauta: refutação de várias distorções históricas espalhadas pelos republicanos ao longo de nossa história.

Em seguida, Príncipe e comitiva se dirigiram para a Vila Belmiro, campo do Santos, onde D. Bertrand participou da celebração do 14.º ano do Memorial das Conquistas, com inauguração de novas peças, como a bola utilizada em 1959 no jogo contra o Barcelona (vencido por 5 a 1), a camisa de Pelé vestida em sua despedida da seleção brasileira em 1971, um cetro e uma coroa que o distinguem como rei do futebol.

Das homenagens prestadas pelo vice-presidente do clube, César Conforti, constou a entrega ao Príncipe de camisa 10 enviada por Pelé (impossibilitado de comparecer devido a problemas de saúde) com a seguinte dedicatória: “Para Dom Bertrand com carinho, Edson Pelé”. O Príncipe retribuiu o gesto, autografando um boné com o Brasão Imperial: “Ao Pelé, com admiração, Bertrand de Orleans e Bragança”. Na ocasião D. Bertrand recebeu o cartão “Sócio Rei Santos FC Black Edition”, que lhe dá direito, entre outros, de assistir as partidas na tribuna de honra do estádio.

Em seu agradecimento, D. Bertrand qualificou os jogadores da era Pelé de verdadeiros embaixadores do Brasil, que no Exterior espelharam através do esporte as qualidades de nosso povo. Por fim visitou as dependências do estádio.

This slideshow requires JavaScript.

Leave a Reply